Ela alega que a empresa foi negligente e omitiu ajuda em relação ao crime brutal

Robert Godwin Sr. foi vítima de um assassinato em abril de 2017. Toda a ação foi transmitida ao vivo por meio do Facebook e a rede social não tomou providências imediatas, deixando o vídeo no ar por cerca de duas horas com as cenas da morte da vítima. Agora, segundo reportagem da Fox 8 de Cleveland, nos Estados Unidos, a família de Godwin está processando o Facebook por negligência e omissão no caso.

Leia mais…

Fonte

Família de homem assassinado em vídeo do Facebook processa rede social